<>

Home » Poesias Segunda-Feira, 27 de Março de 2017







[ A ] [ B ] [ C ] [ D ] [ E ] [ F ] [ G ] [ H ] [ I ] [ J ] [ K ] [ L ] [ M ] [ N ] [ O ] [ P ] [ Q ] [ R ] [ S ] [ T ] [ U ] [ V ] [ W ] [ X ] [ Y ] [ Z ] [ 1 ... 9 ]


Quero
por: Celso Hoffmann Junior

Quero o fim da falsa modéstia,
Da humildade orgulhosa
Quero a mentira sincera,
A graça da desgraça.

Não quero os amigos das vitórias,
Não quero aquele que diz que me ama
Quero aquele que faz, simplesmente,
Quero os amigos das derrotas.

Quero beber o doce veneno amargo
Quero quebrar regras, fazer o proibido,
Cutucar a onça com vara curta,
Quem sabe vem o tão prometido castigo.

Quero amar a pensante loira burra
Durante os dias de luares e as noites de sol.
Quero olhar para o espelho e ver uma pedra bruta,
E por favor, mantenha-me longe da lapidação.