<>

Home » Poesias Segunda-Feira, 21 de Maio de 2018







[ A ] [ B ] [ C ] [ D ] [ E ] [ F ] [ G ] [ H ] [ I ] [ J ] [ K ] [ L ] [ M ] [ N ] [ O ] [ P ] [ Q ] [ R ] [ S ] [ T ] [ U ] [ V ] [ W ] [ X ] [ Y ] [ Z ] [ 1 ... 9 ]


Qdo estiver longe!
por: luiz

Essa noite eu tive um sonho, sonhei q estava sentado na beira de uma estrada, simples de chão batido, Ali estava eu, só... Do outro lado da rua havia uma garotinha, que todos os dias me obsevava, sem falar nada... Um dia acordei mais cedo doque de custume, peguei minha velha cadeira feita de palha e sipó, me ascentei onde sempre sentava, e alguns minutos depois vi a garotinha vindo em minha direção com um olhar curioso, respirou bem fundo, olhou dentro de meus olhos, e me perguntou... -Senhor o que é que o senhor espera aqui todos os dias? Eu vejo o senhor aí sempre, e minha mão me disse que faz isso á oito anos que faz isso, o que o senhor está esperando? Sem olhar para a garotinha, elevei meus olhos para o horizonte e respondi... -À oito anos eu conheci alguem que mudou a minha vida, alguem q me ensinou a amar, alguem que deu cores a minha vida, que me aceitou do jeito que eu sou, alguem que não se preocupou com meu passado, que sonhou meus sonhos, desejou meus desejos, pensou meus pensamentos, alguem quiz estar aonde eu estava, me mostrou a vida de outra forma, a oito anos Deus me deu a oportunidade de ser faliz e eu deixei ela ir por essa estrada, eu a vi tomar um onibus que a levou para longe de mim... depois disso nunca mais a vi, agora fico aqui todos os dia esperando ela voltar, naquele mesmo onibus, com aquele mesmo sorriso, com o mesmo olhar, espero ela a oito anos... Sei que se Deus me der essa oportunidade de volta e ela voltar eu naum vou deixar-la ir embora devolta, porque as oportunidades da vida são unicas e devemos aproveitar o maximo que pudermos porque não sabemos o quanto elas vaão durar... Diney Santos