<>

Home » Poesias Quarta-Feira, 23 de Maio de 2018







[ A ] [ B ] [ C ] [ D ] [ E ] [ F ] [ G ] [ H ] [ I ] [ J ] [ K ] [ L ] [ M ] [ N ] [ O ] [ P ] [ Q ] [ R ] [ S ] [ T ] [ U ] [ V ] [ W ] [ X ] [ Y ] [ Z ] [ 1 ... 9 ]



por:

São tuas as minhas poesias

Às vezes, isolo-me de tudo
penso em teus olhares e sorrisos
afasto-me do mundo
e recebo inspiração

Água que flui em abundância
e eu a navegar no rio,
com a leveza de uma criança
aqueço meu coração

Recolho retalhos
versos divinamente cedidos
perfeitamente falhos

Enche-me de idéias, do outono a aurora
és meu Sol e seiva
pena, não estás aqui agora.