<>

Home » Poesias Sádado, 24 de Fevereiro de 2018







[ A ] [ B ] [ C ] [ D ] [ E ] [ F ] [ G ] [ H ] [ I ] [ J ] [ K ] [ L ] [ M ] [ N ] [ O ] [ P ] [ Q ] [ R ] [ S ] [ T ] [ U ] [ V ] [ W ] [ X ] [ Y ] [ Z ] [ 1 ... 9 ]



por:

Por que me sinto fora do normal?
bate descompassado o meu peito
pela minha vida que sempre igual
nunca viveu algo perfeito.

Inexplicavelmente, eu sempre racional,
não tenho mais palavras
não distinguo o bem do mal
estou preso ao que sonhava.

Não assimilo o motivo
de me veres somente como amigo
eu faço o impossível
perco a noção dos riscos.

Este pecado é meu?
Se teu sorrir destrói minha armadura,
tenho eu que culpa.
parece loucura,
mas já perdi a conta dos sonhos contigo
é impossível permanecer quieto
é doloroso ser apenas amigo
tendo o teu sorriso tão de perto
eu queria parar de te amar
desculpe-me, mas eu não consigo.